De cara nova!

Faz um bom tempo que estava querendo mudar a cara do blog.

Não é a toa que fiz uma pesquisa com vocês semanas atrás e antes disso, perguntei várias vezes na Fanpage a opinião de vocês. Pensei até em mudar de nome. Mas pelos quase 8 anos de história do blog, decidi manter o Kitsch Chic.

Eu acabei mudando bastante nesses últimos anos em muitos aspectos. Estilo de vida, país (de novo), profissão e até um pouco da minha personalidade. Acabei voltando às minhas origens e estou cada dia mais aprendendo a me tornar uma versão melhor de mim mesma. Será que é a tal fase dos trinta?

Nada mais natural então do que o blog acompanhar minhas mudanças. O antigo layout estava “too much” para a Carol atual. Muito pink, muita cor, muita informação… e sentia falta de abranger outros assuntos por aqui (e no canal).  Além disso, eu quero cada vez ser menos (a não ser no dinheiro, que aí eu não reclamo se tiver mais viu! hehe). Escolhi um layout bem simples, minimalista, mas ainda sim estiloso e funcional. Claro que ainda estou colocando todos os “pontos nos i’s”, por isso não estranhem se a casa ainda estiver bagunçada, viu? :P

O logo também mudou. Decidi continuar com o abacaxi, ícone máximo do Kitsch (junto do Flamingo), mas torná-lo mais “diferentão”, juntando minha paixão por caveiras, nasceu o caveiraxi. Não se preocupem, ainda vou colocar um flamingo em algum lugar por aqui…

A nova identidade ficou mais autêntica, mais minha cara. Quem me conhece pessoalmente, sabe que eu sempre fui uma pessoa “diferentona”. Desde o começo da minha adolescência (lá pelos 14, 15 anos) me sentia diferente e quis me encontrar em algum estilo, err… digamos “não muito comum”. Me mantive assim desde sempre, obviamente me atualizando e amadurecendo com o tempo.

Antigamente eu me importava muito com o visual, em ser exagerada em passar a mensagem para as pessoas “Veja, eu sou isso! Se choque!”. Mas já tem muito, muuuito tempo que não dou mais importância. Me visto para me sentir bem comigo mesma e confortável, muitas vezes não uso nem maquiagem e não estou nem aí. A fase de adolescente que precisava se afirmar e gostava de chamar a atenção já passou faz tempo.

Quem é esse Pokémon? Sim, sou eu! Em 2005 com 18 anos de idade.

É fato que o universo vintage e dark sempre fizeram parte da minha vida, mas por muitos anos eu nunca soube muito bem como encaixar os dois. Eu me sentia confusa nos meus próprios gostos e no meu estilo. Não foi à toa que mantive layouts do Kitsch Chic puramente baseados no nome do blog, anulando completamente meu próprio estilo. Oras, eu sou a pessoa que escreve nisso aqui, então não faz muito sentido né?!

Com o tempo percebi que dá sim pra você gostar de Rockabilly, topete, estampa de oncinha e também gostar de bandas góticas, roupas pretas, caveiras e morcegos. Aliás, tanto o Gótico, quanto Rockabilly e Psychobilly, por exemplo, tem muitíssimo em comum: a paixão pelas décadas passadas. Tanto é que inventaram até o estilo chamado Gothabilly, onde as meninas preferem usar roupas pretas, vinil, mas ainda assim mantendo o estilo vintage, com saia-lápis, rolls nos cabelos e batom vermelho. Mais horror diva impossível! <3

Elvira me representa <3

Mas na verdade eu não mudei. E nem o blog. Apenas estou finalmente assumindo o estilo que sempre tive, mas deixei meio escondido fora desse espaço por acreditar que não conquistaria um público significativo e meu blog ficaria num limbo eterno. Que bobagem, né?

Mas olha só, sem rótulos viu? Não sou pin-up (pois não vivi na década de 50), não sou góticanão sou metaleira, não sou rockabilly… sou apenas uma pessoa que gosta de música e estilo alternativo. Simples assim.

Falando de estilo, cada vez mais ando refletindo a respeito do mundo blogueiro e chego a conclusão que cada vez mais quero ler/ver gente diferente, porém “acessível”, escrevendo ou fazendo vídeos. Hoje em dia todo mundo parece ter sido clonado. Todas as meninas são loiras ou ruivas, tem cabelo long bob, fazem a sobrancelha bem marcada, gostam das roupas da moda e sempre saem de férias pra Orlando ou são pagas para acompanhar alguma semana de moda. Cadê a individualidade? O estilo próprio? A identidade?

 

Minhas TOP 10 Bloggers/Youtubers favoritas (e autênticas) do momento: Black Friday, Toxic Tears, ReeRee Phillips, Drac Makens, Monami, Sandila Vieira, Dani Corpse, Nosferotika, Cherrydoll Face e Kandee Johnson.

Confesso que ver as “meninas-clones” ganhando cada vez mais destaque (e dinheiro) me entristece. Não apenas pela questão financeira (porque né, quem é que não quer ganhar bem fazendo o que gosta?), mas por existir tanta gente seguindo, apoiando e fazendo com que elas estejam onde estão agora, sejam leitoras ou a mídia. Parece que realmente o gosto popular é o “mais do mesmo”. Muito triste.

Como uma leitora e espectadora de blogs/vídeos, sinto falta de ver autenticidade. Sei que assim como eu, existem meninas autênticas por aí (seja qual for o estilo específico), que não encontram conteúdo feito para elas, escrito por alguém como elas. Por isso nunca rola aquela identificação. Eu, por exemplo, me identifico com pouquíssimas Blogueiras/YouTubers e a maioria nem é Brasileira.

 

Algumas coisas nunca mudam e outras mudam muito, como meu cabelo por exemplo!

Não só isso. Sinto falta da época em que as pessoas falavam mais de si mesmas, contavam histórias interessantes e espalhavam coisas boas. Aquela época onde a guerra de egos e os haters não existiam. Quero fazer minha parte em manter o blog longe do meu umbigo, mas bem próximo do meu coração e do de vocês.

Peço desculpas se o blog ficou parado ou eu demore um pouco a escrever, mas eu só faço o que gosto, sem obrigações. Não escrevo se estou na bad ou toda atrapalhada na minha vida pessoal. Aqui é um blog pessoal, onde bate um coração apaixonado pelo que faz, não uma máquina de dinheiro.

Então podem entrar… sejam bem-vindas a nova versão 3.0 do Kitsch Chic. A carinha mudou, mas o coração continua de mocinha! :P

Aproveitando que estou falando do blog hoje, vou contar pra vocês sobre os assuntos que mais vou falar por aqui:

  • BELEZA: sempre foi o tema central do blog, mas além das resenhas de produtos, quero fazer mais tutoriais de make alternativa e penteados, além de falar sobre cosmética natural (que é minha mais nova paixão).
  • DECORAÇÃO: costumo dizer que sou uma arquiteta e decoradora frustrada, pois sempre tive paixão por esses temas. Claro que não poderá faltar por aqui muita inspiração pra vocês deixarem o lar de vocês mais lindo e estiloso, com muitos D.I.Y (faça você mesmo), pois sou de humanas e obviamente uma boa miçangueira :P
  • BEM-ESTAR: um espaço aconchegante pra falar de tudo um pouco, tipo roda de amigas. Vai ter bate-papo sobre comportamento, feminices, dicas de saúde, meditação, alimentação, exercícios, vida simples, etc.
  • MODA: como um bom blog alternativo que se preze, vamos falar de estilo e não de tendências. Talvez eu coloque um look do dia aqui e acolá, mas principalmente dicas de lojas, onde encontrar roupas alternativas, tudo isso sem fazer você gastar muitos dinheiros.

Para quem estiver se perguntando: “Poxa, mas você não vai mais falar sobre viagem e postar aquelas receitas gostosas?”.

Vou sim! Mas para esses dois assuntos eu criei um outro blog (com meu namorado), onde falamos sobre vida no exterior, postamos vlogs, dicas de lugares, restaurantes e espero eu que num futuro próximo consiga gravar receitas também! O blog e o canal é bilíngue (português e inglês).

O blog se chama Maps and Snacks. Não deixem de seguir o blog e o canal :)

Obrigada as leitoras que sempre me acompanharam por aqui <3

Aproveito para deixar aqui minhas outras redes sociais para que me acompanhem por lá também:

YouTube | Facebook | Instagram | Twitter | Pinterest

Gostou? Compartilhe e ajude a divulgar!

LEAVE YOUR COMMENT BELOW :)

2 Comentários em "De cara nova!"

Notify of
avatar
Sort by:   newest | oldest | most voted
Marcia
Visitante

Te entendo, além de gostar desses estilos que você citou, ainda adoro o bluegrass, country outlaw e southern rock. Gosto do estilo mais dark e anos 70 também. Gosto da estética pin up e anos 40/50, mas não me considero pin up e me acharia estranha me denominando assim. Mas isso sou EU. Mas não quero me encaixar em nenhum grupo específico, quero ser livre para transitar por tudo que eu gosto

wpDiscuz